Feriado em Boa Vista e Venezuela.

Manaus está aproximadamente a 785 kms de distância da capital de Roraima, Boa Vista. Na  verdade, faz muitos anos que viajo até lá e já percorri por mais de 4 vezes também o caminho de Boa Vista até a Ilha Margarita, no Caribe Venezuelano. Estive agora no feriado de 15 de novembro na cidade e fui até a fronteira com a Venezuela. Viajei no meu próprio veículo e utilizei um tanque e meio aproximadamente de gasolina. Saí de Manaus as 6:30 da manhã e abastecer o isopor com gelo e algumas bebidas para a viagem como água, todinho,yogurte e refrigerante pois durante o trajeto se torna mais difícil de encontrar e mais caro também é uma das coisas que você não pode esquecer de fazer. Entrei na BR 174 aproximadamente as 07:15 da manhã.

A estrada em seu  início tem uma área urbanizada e que possui alguns radares de controle de velocidade.A grande maioria da mesma encontra-se em bom estado de preservação mas alguns trechos já em território do Estado de Roraima encontrei  alguns buracos aos quais deve-se ter bastante atenção.

20161112_080041.jpg

Se prepare para uma viagem em torno de 9 a 10 horas. Normalmente, vou reabastecendo ao longo da estrada e a primeira parada foi no Munícipio de Presidente Figueiredo a 107 kms de Manaus. No km 200 da Br aproximadamente tem início a Reserva dos Waimiri-Atroari que se estende por 123 kms em território do Amazonas e parte no território de Roraima. Por toda a reserva indígena encontramos bastante avisos de proibição de realizar paradas dentro da mesma como também de placas de proteção a fauna e a flora do local.

20161112_100032.jpg20161112_101111.jpg20161112_101130.jpg20161112_100834.jpg

Durante toda a viagem vamos nos deslumbrando com a nossa Floresta Amazônica que se estende por quase mil kms interligando os Estados do Amazonas, Roraima e a Venezuela. Cruzamos região de florestas e cerrados também com inúmeros rios e igarapés em seu trajeto.

20161112_100926.jpg20161112_115139.jpg20161112_133637.jpg

Nova parada na Vila do Jundiá já em Roraima e em seguida passamos na Vila do Equador por onde passa a Linha do Equador, inclusive com a existência de um monumento. Aliás a capital de Boa Vista é a única capital brasileira situada totalmente acima da Linha do Equador.

20161112_115735.jpg

A próxima parada foi na cidade de Rorainópolis, onde completei novamente o tanque do carro.Na ida não parei para almoçar visto que o restaurante que costumo utilizar não se encontrava funcionando no momento de minha passagem por lá e então resolvi acelerar e almoçar em Boa Vista.

20161112_133642.jpg20161112_145434.jpg

Após o km 500, seguindo pela esquerda cruzamos o Rio Branco através da ponte de Caracaí. Antes esse trajeto era realizado por balsa .  Não parei para fotografar a ponte mas busquei uma foto dela nos arquivos do Google.Essa ponte foi inaugurada em outubro de 2000 e tem 700 metros de extensão.

Cruzamos depois as cidades de Iracema e Mucajaí e chegamos a Boa Vista. E como você pode observar na placa , pode-se também chegar a Guiana Inglesa e a fronteira Brasil Venezuela.

20161112_161724.jpg

Chegamos em Boa Vista aproximadamente 16 hrs e não me hospedei em hotel. Dessa vez, fiquei com uma grande amiga minha que reside na cidade e tem uma casa próximo ao Parque Anauã.

A cidade de Boa Vista tem um traçado em forma de leque. A cidade tem largas avenidas que convergem todas para o centro.Um trânsito bastante tranquilo e é o ponto de partida para uma gama de atividades ligadas ao turismo ecológico.

whatsapp-image-2016-12-04-at-20-33-26

O QUE FAZER EM BOA VISTA E ARREDORES

1- Passear na orla TaumananÉ uma grande estrutura suspensa construída sobre as margens do Rio Branco no centro histórico da cidade. Um lugar para um happy hour com os amigos com muitas lanchonetes, restaurantes e bares onde se pode ouvir música MPB.

20161112_195401.jpg20161112_195440.jpg

2- Visitar o prédio da Intendência- Bem próximo a orla visitei o prédio da Intendência,onde funciona o Centro de Informações Turísticas da Prefeitura.20161112_200349.jpg20161112_200659.jpg20161112_200518.jpg20161112_200500.jpg

3- Bater papo com os amigos na Praça das Águas- Uma das coisas que acho muito legal na cidade são as diversas praças existentes. São locais aprazíveis e amplos onde encontramos as famílias ocupando esse espaço e com bastante segurança. Essa aqui em especial tem o espetáculo das fontes coloridas.

20161112_201930.jpg20161112_202015.jpg20161112_202326.jpg

4- Caminhar no Parque Anauã- Confesso a vocês que apesar de estar hospedada bem próxima ao Parque não usufruí muito deste local. Mas é um espaço que a comunidade usa para praticar esportes e relaxar. Dispõe de anfiteatro, centro de artesanato indígena, galeria de artes, escola de música, horto florestal, lago, ginásio e restaurantes.

                                     Fotos retiradas do arquivo do Google

5- Tomar um delicioso banho de rio- Essa uma das coisas que mais curto na cidade. É atravessar em uma voadeira no Rio Branco que custa R$ 6,00 por pessoa  e ficar de molho como falamos aqui na região Norte em alguma das praias existentes.

20161113_094812.jpg20161113_102030.jpg20161113_105506.jpg

6- Conhecer a Serra do Tepequém- Como não dispunha de muito tempo, a minha visita ao Tepequém durou somente poucas horas. Essa serra fica distante 210 kms de Boa Vista. Um lugar onde existiu um antigo garimpo de diamantes, é repleto de cachoeiras e se tornou um dos grandes lugares para a prática do eco turismo. Visitei somente duas cachoeiras sendo que a primeira não me recordo do nome mas a descida era bem íngreme e um lugar muito bonito.

20161113_154257.jpg20161113_154453.jpg

Após nos perdermos por um tempo finalmente encontramos a cachoeira do Paiva,com uma escada creio que com 268 lances para descida.

20161113_165406.jpg20161113_165435.jpg20161113_172246.jpg

7- Dar uma voltinha em Santa Elena, a primeira cidade da fronteira – Após passarmos por Pacaraima, onde pernoitamos, no outro dia cruzamos a fronteira com a Venezuela para tomar café em Santa Helena e visitar uma comunidade indígena. Troquei apenas 50 reais em bolívar e o cambio estava 1 real= 700 bolívares.

20161114_085631.jpg

Após o café, fomos tomar um banho em uma comunidade indígena.

20161114_105237.jpg20161114_110602.jpg20161114_110659.jpg

Dessa vez também fui conhecer o sítio da família de minha amiga. Como sempre tudo muito farto, muita comida, bebida e música animada e um belo igarapé de água geladinha.

20161120_123915.jpg20161120_124125.jpg20161120_172534.jpg

Espero que vocês se sintam motivados a conhecer esse pedaço do Brasil. Você já conhece Boa Vista?

Anúncios
Categorias: BRASIL | Tags: , , , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: